SportsTechs: Saiba como funcionam as startups do esporte

Conheça mais sobre como funciona o mercado das empresas emergentes (Startups) voltadas para tecnologia e esportes, as SportsTechs.

montagem de jogadores de futebol saindo da tela de um notebook

Esporte e tecnologia costumam caminhar juntos, sobretudo atualmente, onde avanços digitais consideráveis estão acontecendo. Dentro dessa relação, surgiu as SportsTechs, que são empresas emergentes (Startups) voltadas exclusivamente para o ramo dos esportes, levando soluções a questões importantes para atender determinadas demandas dentro do ramo esportivo.

Mais do que permitir que pessoas vejam de perto eventos esportivos, as SportsTechs atuam em inúmeras frentes que permitem o acompanhamentos de metas de atletas, conexão com clubes e congregações, venda de itens esportivos por preços mais amigáveis, entre outras coisas.

Como funciona o mercado das SportsTechs?

O conceito das SportsTechs não é tão novo, mas ainda é bem pouco explorado no Brasil. Ainda assim, é nítido que o universo das startups com tecnologias aplicadas para o esporte é um mercado com grande potencial.

O nicho onde essas empresas atuam está sendo avaliado em US$8,6 bilhões e esse número deve triplicar nos próximos cinco anos.

De acordo com a Associação Brasileira de Startups, existem 62 empresas registradas atuantes no segmento, que ainda está começando no Brasil, mas possui um grande potencial de crescimento devido a quantidade de pessoas que acompanham ou vivem do esporte no país.

Globalmente falando, já existem cerca de quatro mil SportsTechs em todo o mundo. Nos EUA, na Europa e também na China, esse já é um mercado bem mais maduro, visado e sendo aposta de grandes investidores globais.

Muitos dos precursores desse tipo de empresa são esses amantes dos esportes que têm trazido para o digital as ações que antes aconteciam apenas olho no olho, e isso otimiza as práticas comuns em diversas categorias.

Outros mercados que estão em ascensão no esporte

As startups de esporte são, sem dúvida, resultados do grande avanço tecnológico que o mercado esportivo passou nos últimos anos, apesar de ainda estar começando no Brasil.

Outras empresas de setores também voltados para esporte e tecnologia, porém, já possuem um mercado mais significativo, cativando uma grande quantidade de pessoas e aumentando sua relevância com o passar do tempo.

As empresas de apostas esportivas são um ótimo exemplo disso, pois possuem um grande destaque atuando não só no mercado internacional, mas também dentro do Brasil, visto que a atividade é legalizada no território nacional para empresas que são sediadas em outros países.

Por isso, casas de apostas como o casino.netbet.com/br, podem atuar de forma totalmente legalizada no Brasil, levando bastante conteúdo relacionado aos jogos para o público brasileiro.

Para se ter uma ideia do quanto o mercado de apostas esportivas é promissor, apenas no ano de 2020, no Brasil, o setor passou de R$ 2 bilhões de faturamento em 2018, para R$ 7 bilhões em 2020, isso significa que os apostadores brasileiros investem uma média de R$ 583 milhões de reais por mês em apostas esportivas.

Uma estimativa de 2018 da Fundação Getulio Vargas (FGV) aponta que o mercado poderá movimentar até R$10 bilhões por ano.

Créditos das imagens: Freepik.

Jago Guimarães
Paulistano de nascimento e de coração, sou formado em Contabilidade Financeira, pai de pet (do gato Quintino) e me arrisco como redator sobre os mais variados assuntos em minhas horas vagas.
Veja mais