Como utilizar o AdSense para monetização de conteúdo?

Ainda dá pra ganhar dinheiro com AdSense? Sim, dá! Saiba como trabalhar com monetização de conteúdo (ou vídeos) e receba dinheiro do Google!

Hoje em dia é relativamente fácil ganhar algum dinheiro com internet. Vemos vários produtores de conteúdo que são conhecidos pelo sucesso que fazem e nas grandes cifras que faturam com sites, blogs e canais no YouTube.

Mas é uma realidade que precisamos aceitar: nem todo mundo se tornar um Whindersson Nunes fechando contratos milionários com várias marcas. Para a grande parcela de produtores de conteúdo, o dinheiro chegará através de outros meios.

Se você é um produtor de conteúdo que tem blog, site ou canal no YouTube, deve pensar que já está passando da hora de ganhar dinheiro com o seu trabalho. Nada mais normal que isso.

Hoje, existem diversas maneiras de monetizar o seu blog, site ou canal do YouTube mas todas elas tem algo em comum: você precisa se dedicar e produzir um conteúdo de qualidade e relevância.

Veja bem: não estou dizendo que você ficará rico da noite para o dia, mas existem algumas ferramentas que ajudam a monetizar o seu site rendendo um dinheirinho no final do mês.

Uma das plataformas de monetização mais conhecidas por quem trabalha com internet é o Google AdSense.

Ainda não conhece? Pode ficar tranquilo. Neste artigo vamos te apresentar esse programa incrível desenvolvido pelo Google que já ajudou muitos produtores de conteúdo a faturar uma grana.

Além de apresentá-lo, vamos explicar como a plataforma funciona e como usá-lo para obter os melhores resultados possíveis.

Continue nos acompanhando para saber o que é o AdSense e como utilizá-lo para monetização de conteúdo.

O que é o Google Adsense?

Se você é uma pessoa que acessa vários blogs, portais e canais do YouTube durante o dia, com certeza já deve ter visto o Google AdSense em ação.

Sabe aqueles anúncios que aparecem na barra lateral ou em boxes no meio do conteúdo de sites e blogs? Ou aqueles anúncios de texto que aparecem no rodapé de um vídeo do seu Youtuber favorito? Eles estão ali graças ao AdSense.

Hoje, segundo o próprio Google, mais de 2 milhões de pessoas usam o AdSense como forma de monetizar conteúdo. E vamos ainda mais longe: a ferramenta já pagou mais de 10 bilhões de dólares para produtores de conteúdo do mundo inteiro.

Que ferramenta mágica é essa? Você se pergunta. Bom, de mágica não tem nada, mas sim uma estratégia muito bem amarrada pela gigante das buscas.

O Google tem uma plataforma de anunciantes, chamada Google Ads. Hoje é a principal fonte de renda da empresa. Mas para para exibir os anúncios que estavam sendo pagos pelos anunciantes, o Google precisava de um bom inventário de mídia.

Qual foi a grande sacada?

Criar uma plataforma que remunera produtores de conteúdo que exibem seus anúncios. Simples assim.

De um lado você tem uma ferramenta robusta de criação e veiculação de anúncios digitais e do outro você tem um inventário de mídia cada vez maior sendo exibido em sites, blogs e canais de Youtube dos mais variados segmentos.

Sem dúvida você ficou interessado em saber mais sobre o AdSense, certo? Uma maravilha dessas deve ser bem restrita. Cheia de empecilhos para poder fazer parte da festa.

É claro que não!

Continue com a gente. Vamos compartilhar todas essas informações em nosso artigo. Em pouco tempo você estará faturando um bom dinheirinho.

ilustração de moeda digital
Monetize seu conteúdo (ou vídeos)!

Qualquer um pode usar o Google AdSense?

Fazer parte da comunidade Google Adsense é bem simples. Você precisa ter uma conta de e-mail do Gmail, mais de 18 anos, possuir um site ou blog com conteúdo original, número de telefone e endereço postal.

Muito fácil, né? Mas vamos com calma. Como o Google vai te pagar uma grana, ele precisa que você siga algumas regras, então não é qualquer tipo de conteúdo que está liberado para exibir os anúncios.

Blogs que incitam a violência, qualquer tipo de preconceito ou que tenham conteúdo sexual explícito estão fora.

O mesmo vale para canais de YouTube, desde que você tenha ativado a opção de monetização.

Como se inscrever no Adsense?

Estando dentro das regras citadas acima, o processo de inscrição não poderia ser mais fácil.

  1. Acesse a página https://www.google.com.br/AdSense.
  2. Selecione a conta de e-mail para a qual você pretende criar seu perfil.
  3. Preencha o nome do site ou blog, seu país de origem e concorde com os termos e condições de uso da plataforma. Vale a pena dar uma olhada nos termos e condições de uso para não sofrer nenhuma penalidade posterior.
  4. Após o passo anterior, o Google vai verificar se o seu conteúdo está de acordo com as diretrizes da empresa. Como dissemos anteriormente, essa política é bem rígida e criteriosa, com regras muito bem definidas.
  5. Assim que o seu site for aprovado, você estará liberado para exibir anúncios em qualquer página.
  6. Por último e, talvez, um dos passos mais importantes: informar os seus dados bancários. Afinal, depois de produzir um conteúdo de qualidade e exibir os anúncios, você quer seu dinheiro.

Falando em receber, veja aqui uma das melhores formas de receber pagamentos do Google AdSense. Mais abaixo falaremos mais a respeito do assunto.

Após terminar o processo de cadastro, o Google enviará um envelope para seu endereço postal com um código de confirmação. Esse procedimento pode levar até duas semanas.

Como usar o Adsense para monetização de conteúdo?

Depois de ter o seu cadastro aprovado e ativado com o código de confirmação, é hora de começar a colocar a mão na massa e transformar seu trabalho em dinheiro.

Hoje o Google paga por dois formatos de campanhas: custo por clique (CPC) e Custo por mil impressões (CPM).

Nas campanhas de CPC, você recebe um valor sempre que um usuário clicar em um anúncio exibido em seu site.

Já nas campanhas de CPM, você recebe de acordo com a quantidade de acessos ao seu blog. A cada mil visualizações de um anúncio, você recebe um valor.

Quais os formatos de publicidade do Adsense?

O AdSense é bem versátil e oferece algumas boas opções de formatos para você veicular em seu site que vão desde links patrocinados, anúncios gráficos, rich media e bloco de links.

Os links patrocinados são o formato mais simples tanto para quem anuncia quanto para quem veicula no Adsense. São anúncios compostos de Título, anúncio e link para o site.

Você pode configurar a paleta de cores dos anúncios que serão exibidos em seu site para que eles fiquem mais orgânicos em seu layout.

Já os anúncios gráficos são os famosos banners, que podem ser exibidos no topo, na lateral ou no rodapé do seu site ou blog. São mais de 15 opções de formatos e tamanhos diferentes.

Os anúncios rich media são mais interativos em formatos como HTML, gif e vídeo. Costumam chamar bastante a atenção dos usuários por oferecerem algum tipo de interação. Por outro lado, você não controla como eles podem se comportar em seu site, às vezes até atrapalhando a navegação.

Por último, temos os blocos de links, que exibem tópicos relacionados ao conteúdo do seu site. Ao clicar em um dos tópicos, o usuário é direcionado para uma página com vários anúncios do Google relacionados a esse assunto.

Como receber dinheiro do AdSense?

Conforme citamos mais acima, a Remessa Online é a melhor opção para receber dinheiro do AdSense.

Quando você vai receber dinheiro do AdSense, terá que pagar algumas taxas – afinal, é um dinheiro que vem do exterior, em dólar, para a sua conta bancária.

Se você cadastrar sua conta bancária no AdSense, como Bradesco ou Itaú, por exemplo, irá pagar uma fortuna de taxas. Outra opção é o Banco Rendimento, que cobra 20 dólares por transferência + IOF. Acredite, antes da Remessa Online, pagar 20 dólares + IOF era a melhor opção possível para fazer o saque no AdSense.

Bom, além de confiável (nossa equipe utiliza a ferramenta e nunca teve problemas), a Remessa Online cobra as menores taxas do mercado – de longe, apenas 2,159% (pode variar, mas normalmente fica bem próximo disso) – e não cobra IOF para operações do AdSense. Você se cadastra, solicita a remessa, aguarda alguns poucos dias e pronto, poderá transferir de lá para a conta bancária de sua preferência (sem pagar taxas bancárias).

E pra melhorar, se você utilizar o voucher ficaon em sua remessa, receberá um desconto de 15% na taxa. Ou seja, se a taxa é de 2,159%, utilizando o voucher você pagará apenas 1,835%.

google seo
Potencialize seus ganhos. Invista em SEO!

Dá pra ficar rico com AdSense?

Sejamos sinceros: não espere ficar rico com o AdSense. Para ter um bom faturamento, você precisa de um grande volume de acessos, que vão gerar cliques ou então as mil impressões citadas acima.

Para gerar acessos, você precisa estar bem colocado nos resultados de busca do Google. E para isso você precisa de algumas coisas como um conteúdo relevante e de qualidade, um bom SEO, uma trabalho bem feito de link building e sempre acompanhar a evolução dos concorrentes que aparecem na primeira página de resultados.

Ou seja: é um trabalho difícil, que pode gerar melhores resultados a médio e longo prazo, desde que você mantenha seu conteúdo sempre atualizado e relevante.

O Google Adsense não vai te deixar rico, a não ser que o seu site ou canal no YouTube tenham milhões de acessos diários. Aliado com outras ferramentas de monetização, ele pode gerar um resultado positivo que fará uma boa diferença no seu orçamento.

Portanto, veja também as outras opções e tente trabalhar outras formas de monetização para complementar a renda!

Deixe seu comentário