7 dicas para montar seu próprio e-commerce e vender online

Confira dicas e comece a vender online em sua própria loja virtual! É mais fácil, rápido e barato que você imagina - e na FicaOn temos a solução completa!

Montar um comércio eletrônico para vender online é o desejo de muitos empreendedores digitais. Os empresários estão passando a ver que na internet é possível fazer bastante dinheiro. E o melhor de tudo é que, na grande maioria das vezes, o investimento é muito menor do que o utilizado para criar um negócio tradicional.

Os custos para manter uma loja física são bem altos, principalmente se formos levar em consideração apenas os gastos com o aluguel e os custos para manter a loja em ordem. Ao contrário da realidade de uma loja física, para manter um e-commerce é muito mais barato. E pode ser bem mais lucrativo também!

Confira as dicas que separamos a seguir para que você possa montar o seu próprio e-commerce e vender online. Saiba mais:

Como montar uma loja virtual

1. Defina o seu público-alvo

Planejar para quem vender será o primeiro passo a ser dado. É preciso estudar o mercado para conhecer quem é o público que você deseja atingir e quais são os seus maiores problemas. A dica é procurar formas de atender essa audiência de uma maneira diferenciada, preferencialmente focando em algo que não seja oferecido pelos seus concorrentes.

Uma ótima forma de coletar informações sobre o público-alvo é estudar o comportamento das pessoas através de formulários e pesquisas. Ao definir o tipo de público que se deseja atingir, chegou o momento de saber o que eles esperam receber do tipo de negócio que você está prestes a montar.

Trocar ideias com familiares e amigos próximos é outra maneira de amadurecer a sua ideia de negócio. Por isso, pergunte por dicas e sugestões sobre o que eles acham de seu projeto.

2. Estude o segmento em que atuará

A segunda dica para montar o seu próprio e-commerce é estudar a área em que pretende abrir o comércio eletrônico. Para não ser apenas um aventureiro e, assim, aumentar os riscos do empreendimento, é preciso saber muito bem aonde pisar.

Para começar, veja quem são os maiores players da área e como eles atendem seus clientes. Estude bastante a concorrência para saber quais diferenciais podem ser oferecidos em sua loja virtual.

Conheça os números do mercado para estipular objetivos fiscais a serem atendidos. Além disso, esse tipo de informação é importante para saber o tamanho da fatia que a sua empresa poderá ocupar.

3. Escolha a tecnologia que será utilizada

Depois de definir o público-alvo e conhecer de perto o mercado de atuação, chegou a hora de escolher qual será a plataforma que a sua loja virtual será construída. Há diversas opções no mercado, com características, recursos e preços distintos. Para quem está começando, a dica é escolher uma plataforma que tenha a ver com o seu perfil orçamentário e o tipo de investimento que deseja começar.

Para quem quer começar com um pequeno comércio eletrônico, há planos básicos que atenderão muito bem a demanda. Também há pacotes para lojas virtuais maiores, que precisarão de mais recursos da plataforma para poder operar.

A dica é conversar com a própria empresa para verificar qual é a melhor opção para o seu negócio e orçamento.

É muito importante escolher uma plataforma que ofereça possibilidade de expansão caso o seu empreendimento passe a crescer – é o caso do WooCommerce! Veja uma seleção de modelos prontos de loja virtual.

4. Cuide da logística

A logística de um comércio eletrônico é a parte mais burocrática do empreendimento. Nesse momento, o empreendedor deverá pensar como será entregue os produtos de sua loja.

Grande parte dos lojistas utilizam os serviços dos Correios para realizar as entregas.

É muito importante que o setor responsável pela entrega seja pontual, pois o atraso de encomendas influencia negativamente na experiência de compras de seus consumidores.

É possível realizar entregas locais você mesmo e utilizar o serviço dos Correios para entregar em outros lugares. Mas, ainda assim, o planejamento será a chave para que a logística de seu e-commerce funcione perfeitamente.

5. Decida quais serão as formas de pagamento

Quanto mais opções oferecer, melhor será tanto para o e-commerce quanto para seus clientes. Por isso será muito importante oferecer opções de pagamento com as bandeiras de crédito mais conhecidas do mercado, assim como contar com a opção do boleto para realizar o pagamento. Além disso, oferecer opções como o Paypal e Pagseguro será um diferencial bastante apreciado.

Outra questão importante que deverá ser levada em consideração será a segurança da loja virtual. É muito importante cuidar dessa questão, pois muitas informações sigilosas (como as informações de pagamento de seus clientes) serão movimentadas em sua loja.

Veja quais são as opções de segurança que a plataforma oferece e converse para saber quais são as mais indicadas para o seu negócio.

6. Disponibilize os canais de comunicação

Contar com um chat online, um número de telefone e Whatsapp são excelentes maneiras de se aproximar do seu público e permitir de forma prática que eles possam tirar dúvidas a qualquer momento enquanto navega em sua loja.

É muito importante deixar os canais de comunicação bem visíveis durante toda a visita do usuário. Além disso, será essencial disponibilizar a opção de comentários nos produtos. Assim, o comentário e opinião de outros usuários poderão ajudar outros consumidores a decidirem se comprarão o produto.

Oferecer um atendimento personalizado aumentará as chances de fidelização e é um diferencial muito apreciado por todo mundo. Aposte nisso!

7. Invista em marketing digital

Contar com um blog, páginas nas redes sociais (Facebook e Instagram) e campanhas de links patrocinados será primordial para que você consiga arrumar os seus primeiros clientes. Através de um blog será possível atrair clientes do Google, através de artigos relacionados aos produtos vendidos em sua loja.

As redes sociais serão uma ótima forma de atrair e interagir com o público de sua loja, criando autoridade e respeito por entre sua audiência. A dica é sempre responder comentários de maneira educada, até mesmo os negativos.

E, por último, investir em Facebook Ads e Google Adwords será uma maneira de conquistar clientes de maneira segmentada.


Seguindo essas dicas, você saberá como montar seu próprio e-commerce e, assim, poderá vender online qualquer produto.

Escolher o tipo ideal de loja virtual para o seu comércio eletrônico será um diferencial importante para o sucesso do empreendimento!

Receba posts por e-mail!

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Deixe seu comentário